Santiago do Chile

Dicas para uma primeira viagem a Santiago do Chile

Advertência: as dicas contidas neste post não tem a presunção de esgotarem pesquisas mais detalhadas sobre o assunto e nem tão pouco serem válidas para todos os gostos e tipos de viajantes. Elas apenas refletem as experiências e impressões pessoais do autor.

Chegando em Santiago

A maneira mais comum é chegar de avião pelo Aeroporto Internacional Arturo Merino Benítez (código SCL) que fica aproximadamente a 19 km do bairro Providencia. Esse bairro é cheio de bares, restaurantes, estações de metrô e permite que você possa visitar a pé algumas das atrações da cidade. Para chegar lá saindo do aeroporto, você pode utilizar os serviços da Transvip (www.transvip.cl) que oferecesse táxis comuns ou táxis compartidos, que saem bem mais em conta. Eles possuem uma tabela com preço fixo dependendo do bairro de destino. Assim, não há que se preocupar com a possibilidade de ser enganado pelo taxista assim que chegar na cidade. Infelizmente essa é uma realidade em muitas cidades sulamericanas. A Transvip possui um balcão logo na saída da área de desembarque e os vendedores costumam abordar os passageiros oferecendo o transporte. Dica: tanto faz aceitar a oferta ou ir até o balcão da empresa, o preço cobrado será o mesmo.

Bairro Providencia e a sempre constante Cordillera no horizonte

Onde ficar

Como já mencionado, o bairro Providencia é uma das melhores opções para se hospedar. Minha sugestão, para economizar um dinheiro razoável, é evitar os hotéis que costumam ser bem caros em Santiago e ficar em um apartamento particular. Você pode pesquisar tanto no www.booking.com como no www.airbnb.com. Em ambos deverão aparecer apartamentos do edifício da calle Dardignac nº 28, próximo ao Patio Bellavista – um pequeno complexo com lojinhas de artesanato, souvenirs, bares, restaurantes e também, com absoluta certeza, a maior concentração de brasileiros por metro quadrado de todo território chileno. Clique aqui para ver o apartamento em que ficamos na última vez, em 2014. Alugamos este apartamento pelo AirBnb, a chave estava na portaria quando chegamos e na saída voltamos a deixar a chave lá. Ficando em um apartamento, você pode comprar comida em algum supermercado próximo, preparar um macarrão, pedir uma pizza, fazer o café da manhã e economizar mais um pouco de dinheiro. Há muitos restaurantes próximos, porém, sair pra comer fora todos os dias, dependendo de quantos dias você pretende ficar na cidade, certamente irá custar uma boa parte do seu orçamento. Santiago está longe de ser uma cidade barata. Dica: nos supermercados você pode encontrar, além de comida, garrafas de vinho de 2 litros mais baratas que refrigerante.

Ex-pizza e vinho

 Onde beber

Ali mesmo próximo ao Patio Bellavista,  existem diversos bares onde você pode tomar uma nem sempre gelada Cerveza Escudo litrão baratinha, baratinha, ficar borracho e sair colocando em prática seu portunhol tentando compreender o complicado sotaque chileno. Lembrando que em Santiago, e provavelmente no Chile todo, é proibido sair bebendo em vias públicas. Se for pego poderá ser multado pelos sempre presentes Carabineros de Chile. Dica: coloque vinho em um garrafinha de plástica de água e seja feliz.

Infração penal em curso

Porém, se quiser conhecer um bar muito mais legal, o Liguria é uma grande opção. Diria até que imperdível. Fica a mais ou menos 4 km do Patio Bellavista, na Av. Providencia 1373.

Bar Liguria, Av. Providencia 1373, Providencia, metrô Manuel Montt

Dica: vá de táxi ou metrô e volte a pé, embriagado, tirando fotos sem foco e se divertindo com os cachorros de rua no frio congelante.

Por las calles con los perros

Como chegar aos centros de ski

No mesmo no bairro Providencia, tome o metrô linha 1 (vermelha) na estação Baquedano sentido Los Dominicos e desça na estação Escuela Militar. Saindo do metrô, caminhe 550 metros subindo pela avenida Apoquindo até o número 4900 (veja o mapa aqui). Nesse endereço fica a Ski Total (www.skitotal.cl). Essa agência fornece tudo que você irá precisar para conhecer os centros de ski próximos à Santiago. Ali é possível alugar todos os equipamentos, roupas pra neve, contratar transporte, comprar os tickets para os centros de ski e reservar uma aula de ski ou snowboarding, em grupo ou individual. Se você não faz o tipo esportista e pretende apenas conhecer a neve, bastaria contratar o transporte e eventualmente alugar alguma roupa impermeável pra neve caso você não disponha. O ticket para os centros de ski na verdade é um ticket para que você possa usar os teleféricos que te levam montanha acima pra depois descer esquiando. No site da Ski Total você pode consultar previamente todos os valores cobrados pelo aluguel de roupas e equipamentos, além do transporte e os ingresso para as estações de ski. Dica: vá na véspera na agência na parte da tarde e já faça as reservas das roupas e efetue o pagamento. No dia do passeio, chegue o mais cedo possível na loja, de preferência pouco antes dela abrir. Isso te fará economizar um bom tempo em filas para experimentar as roupas e retirar os equipamentos alugados. É uma grande confusão de gente se apertando pra provar roupas e escolher equipamentos. À medida que as pessoas vão ficando prontas, os lugares nas vans de transporte vão sendo preenchidos e os motoristas partem rumo às montanhas. Assim, quanto antes você estiver pronto, maior a chance de pegar um lugar nas primeiras vans que saírem. Se for possível, prefira visitar os centros em dia úteis. Em geral as pistas estarão mais vazias (cheios de turistas brasileiros mas com poucos chilenos) e você pode conseguir alguma promoção no preço dos tickets. Da última vez que estive lá, em uma sexta-feira, na compra de um ticket você ganhava outro de graça. Dica: compre e leve de Santiago toda comida e bebida que for consumir durante o dia no centro de ski, já que uma simples lata de coca-cola pode sair fácil, fácil, por uns 30 reais – sem canudinho.

Motorista colocando correntes nos pneus devido ao gelo na estrada de subida ao Valle Nevado

Valle Nevado, La Parva, El Colorado e Portillo

São esses os centros de ski mais próximos à Santiago. La Parva e Portillo eu não conheço. Em El Colorado os tickets são um pouco mais baratos do que no Valle Nevado e a estação de ski também é mais próxima de Santiago, o que te faz economizar uns 40 minutos de viagem. Porém a estrutura de teleféricos em El Colorado é bem menor. Se você já manja dos paranauê de ski ou snowboarding, essa pode ser uma boa opção. No meu caso, o grande problema é o teleférico usado pra subir a montanha. Nele você precisa ficar o tempo todo com os skis ou a prancha de snowboarding presa ao pé e na hora de descer você simplesmente desliza suavemente ou se espatifa no chão cada vez que precisa utilizá-los. Dica: vá para o Valle Nevado.

Subindo a montanha em El Colorado: pronto pra cair de novo?

Valle Nevado

No Valle Nevado o principal teleférico não é uma cadeirinha como em El Colorado. É uma gôndula parecida com aquelas de rodas-gigantes. Os skis e as pranchas vão do lado de fora. Pra descer é muito simples e sem complicações de natureza gravitacional.

Valle Nevado – Pri e Rafa (aluna principiante e instrutor de ski formado no YouTube)

Ski ou Snowboard?

Ski eu considero mais fácil de se divertir logo na primeira tentativa.  É mais fácil ficar de pé nas partes planas e você consegue usar os bastões para ajudar no equilíbrio. Porém, nas partes mais inclinadas, você começa a pegar velocidade rapidamente e conseguir parar sem cair pode não ser tão simples. Já com o snowboard, é muito difícil ficar de pé nas partes mais planas, e por incrível que pareça, é fácil descer devagarzinho quando a inclinação é maior. De qualquer forma, nos dois casos, uma aula inicial é bastante indicada.

Vinícolas – Concha y Toro

Sobre isso eu não tenho dica alguma, mas sei quem tem! Usamos as informações desse post aqui (www.matraqueando.com.br/chile-como-ir-por-conta-a-vinicola-concha-y-toro) e optamos por ir por conta própria utilizando metrô e depois um táxi. No final do post tem os detalhes de como chegar até lá.

Acho que é isso, boa viagem! E volte ao Chile quantas vezes puder!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.